viverluanda
  • Site.co.ao
  • top2
  • top1
  • http://www.site.co.ao
  • Para quem ama Luanda!
  • Para quem ama Luanda!

Este portal é dedicado a si, que ama Luanda. Por enquanto, ainda dá os primeiros passos em termos de conteúdo, mas queremos que cresça forte, e que venha a tornar-se um adulto cheio de potencialidades. Para que isto seja possível, necessitamos da colaboração de todos quantos nos visitam. Enviem-nos os vossos comentários, críticas e sugestões, para que possamos crescer cheios de vigor.

Bitwala lança um serviço em África que permite transferir dinheiro via mobile

A empresa Bitwala, acaba de lançar um novo produto que vai permitir com que seus clientes transfiram dinheiro por via mobile através do uso de Bitcoin ( uma moeda virtual criada por Satoshi Nakamoto em 2009).

A empresa avança que, as transferências de dinheiro por via mobile fornecerá a todos os clientes a maneira mais rápida, segura e acessível de enviar e receber dinheiro no Quênia, na Nigéria, na Tanzânia e no Uganda, onde muitos usuários enviam dinheiro directamente de seus telemóveis sem a necessidade de ter uma conta bancária. O recurso está disponível nesses países gratuitamente!

As transferências de dinheiro por via mobile permitem que qualquer pessoa transfira dinheiro através de um telefone com um cartão SIM registrado.

Queremos ser parte da revolução das transferência de dinheiro por via mobile, e estamos a aumentar um pouco e a permitir que alguém envie dinheiro para qualquer conta via mobile em países como o Quênia, Nigéria, Tanzânia e Uganda com o uso de bitcoins“- Jörg von Minckwitz, CEO da Bitwala.

No Quénia já existe um sistema de pagamentos móveis que funciona naquele país. Trata-se do M-Pesa que foi criado em 2007 pela gigante das telecomunicações Vodafone, com o objectivo principal de tornar as transações mais rápidas e seguras sem a necessidade de recorrer à moeda real.

Na África subsaariana, a penetração de telemóveis continua a aumentar, com cerca de 76% da população a ter um. As transações de dinheiro por via mobile nesta região do continente berço chegaram a US $ 656 milhões em 2014, e deverão duplicar, para US $ 1,3 bilhão em 2018.

The post Bitwala lança um serviço em África que permite transferir dinheiro via mobile appeared first on Menos Fios.

Read more

Gmail agora permite reprodução de vídeos sem precisar baixar

A Google anunciou recentemente uma nova funcionalidade para os utilizadores do Gmail, que vai facilitar a tarefa de quem recebe ficheiros de vídeo em anexo aos emails.

O novo recurso já começou a chegar em alguns países e a previsão é que ele esteja disponível para todo mundo em até 15 dias. Ao término do prazo, todos os usuários do Gmail não terão mais de baixar os vídeos que lhe são enviados, bastará clicar o “Play” para visualizá-los.

De notar que antes era necessário descarregar o ficheiro para o sistema e, a partir do mesmo, iniciar a reprodução num player próprio. De acordo com a empresa, os vídeos aparecerão nas mensagens com uma pequena miniatura e serão reproduzidos em um player similar ao do YouTube.

“O RECURSO É SIMILAR AO QUE JÁ SE ENCONTRA NOUTROS SERVIÇOS, COMO O GOOGLE FOTOS, QUE PERMITEM A REPRODUÇÃO DIREcTA NUM PLAYER SIMILAR AO DO YOUTUBE.”

Mas é importante sublinhar que a funcionalidade apenas irá funcionar com vídeos anexados de um tamanho máximo de 50MB. Em valores superiores continua a ser necessário descarregar o ficheiro para o sistema.

É mais uma pequena e simples novidade no Gmail, mas em todo caso, é bem-vinda e mostra que o Google continua preocupado com a usabilidade de um dos seus serviços mais consolidados.

The post Gmail agora permite reprodução de vídeos sem precisar baixar appeared first on Menos Fios.

Read more

Microsoft promete até 15 mil doláres para quem encontrar falhas no Office

A Microsoft decidiu apostar a sério na segurança de uma das suítes de aplicativos mais produtivas do mercado, o Office. Pensando nisso, criou um novo programa de recompensas para desenvolvedores que encontrarem falhas de segurança nas versões mais recentes do Microsoft Office. Dependendo do tipo de falha, os prémios variam entre US$ 500 e US$ 15.000.

Microsoft

Requisitos para participar no programa

Ter, no mínimo, 14 anos serem pesquisadores individuais, residir em um país que não esteja sob sanções dos Estados Unidos (ou seja, Angolanos podem participar), não ser funcionário da Microsoft ( ou parente de um funcionário).

O que a Microsoft procura?

A Microsoft procura falhas relacionados a vulnerabilidades ainda não identificadas e que possam ser reproduzidas na versão mais recente do Microsoft Office Insider, acompanhadas do número da versão em que elas são encontradas. As falhas precisam ter instruções claras sobre como executá-las para garantir o maior pagamento possível. Assim a Microsoft conseguirá eliminá-las de um modo mais rápido.

Quando termina o programa?

O programa foi iniciado no dia 15 de Março e dura até o dia 15 de junho de 2017. Só serão válidas as vulnerabilidades descobertas nas versões de teste do Microsoft Office Insider. Mais detalhes podem ser encontrados no site oficial.

Esta estratégia está a se tornar comum, a Google é uma das grandes empresas a enveredar por esse caminho, convoca os utilizadores para testar e paga à quem encontrar falhas.

The post Microsoft promete até 15 mil doláres para quem encontrar falhas no Office appeared first on Menos Fios.

Read more

As suas contas do WhatsApp e Telegram podem ser invadidas usando uma imagem

A empresa de segurança Check Point, descobriu uma nova vulnerabilidade de segurança nas aplicações de mensagens WhastApp e Telegram Esta falha permite invadir uma conta numa questão de segundos com apenas o envio de uma imagem.

A invasão acontece caso a imagem possua um código especial, diz o comunicado publicado no blog da empresa. O código perigoso é capaz de ter acesso à lista de contactos e automaticamente enviar informação contaminada a todos que estão na lista.

A vulnerabilidade encontra-se apenas na versão “web” das aplicações de mensagens e parece ter origem na própria encriptação de mensagens utilizadas pelo WhatsApp e Telegram para proteger a informação dos seus utilizadores.

Oded Vanunu, responsável pela investigação de vulnerabilidade da Check Point, avisa que “esta vulnerabilidade coloca centenas de milhões de utilizadores do WhatsApp e da Telegram em risco de perderem controlo das suas contas. Pelo facto de enviar uma mensagem aparentemente inocente, o atacante pode controlar a conta e ter acesso ao histórico de mensagens, todas as fotografias alguma vez partilhadas e enviar mensagens como se fosse o dono da conta.

O Telegram e o WhatsApp estão a tomar as medidas necessárias para resolver a situação e recomendam aos usuários não abrir mensagens de números desconhecidos.

The post As suas contas do WhatsApp e Telegram podem ser invadidas usando uma imagem appeared first on Menos Fios.

Read more

Quênia vai começar a emitir passaportes electrónicos a partir de Setembro

O governo do Quênia vai começar a emitir “passaportes electrónicos“, a partir de 1 de setembro de 2017, isso de acordo com o relatório do próprio governo.

Os passaportes terão um chip electrónico com as mesmas informações dos passaportes nacionais actuais, além de um identificador biométrico, fotografia digital do titular e características de segurança para evitar o uso não autorizado e falsificação.

Os detalhes dos passaportes electrónicos serão registados na Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), e vai custar o mesmo que o passaporte actual de acordo com o departamento da imigração do Quênia.

Gordon Kihalangwa, director departamento de serviços de imigração, disse devido as circunstâncias fora de nosso controle,o roll-out será feito agora como declarado. O departamento está confiante de que as novas datas não serão alteradas.

Os passaportes electrónicos serão lançados em outros países da África Oriental, como Ruanda, Tanzânia, Uganda, Burundi e Sudão do Sul. Esses passaportes fornecerão aos viajantes benefícios como o uso de autorização automatizada de vistos, emissão automatizada de cartões de embarque e acordos de viagem mais rápidos com as companhias aéreas. 

The post Quênia vai começar a emitir passaportes electrónicos a partir de Setembro appeared first on Menos Fios.

Read more

Nigéria gastou cerca de US$ 6,6 bilhões em consumo de telecomunicações em 2016

Os consumidores de telecomunicações na Nigéria gastaram cerca de US$ 6,6 bilhões em consumo de telecomunicações. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, pelo professor Umar Gaarba Danbatta, vice-presidente executivo da Comissão de Comunicações da Nigéria (NCC), durante o lançamento da iniciativa NCC Year of Consumer.

De acordo com o Danbatta, a NCC tem como objectivo informar e educar os consumidores com o intuito de proteger e capacitá-los a tomar as decisões certas este ano para o uso das telecomunicações.

“A NCC tem a tarefa de monitorar a qualidade do serviço e garantir que ele esteja em conformidade com o padrão aceitável”.

Adebayo Shittu, o ministro da Comunicação na Nigéria, destacou os compromissos assumidos pelo governo na formulação de políticas, enquadramentos e directrizes para procteger os consumidores de TIC. O ministro acrescentou ainda que, o governo nigeriano tinha activamente envolvido os principais interessados ​​para garantir a qualidade do serviço e os direitos dos consumidores.

“Nosso objectivo é o equilíbrio entre os direitos dos consumidores e os direitos à privacidade. Primamos também em facilitar consultas inter-governamentais em matéria de TIC para evitar disparidades desnecessárias nas estruturas e padrões de desenvolvimento na Nigéria”.

Segundo o ministro Shitu, as Telecomunicações desempenham um papel vital no processo de governança, negócios, educação e saúde. É por isso que a Nigéria está a intensificar a adoção das TIC para melhor responder às demandas dos cidadãos e melhorar a prestação de serviços para tornar a administração mais eficiente.

Em 2015, os consumidores das telecomunicações na Nigéria gastaram cerca de US $ 5,6 bilhões, valores que contribuíram para o possível sucesso no sector das TIC.

O nosso país tem a “fama” de ter as comunicações com um preço elevado. Será que o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação em Angola disponibilizará dados semelhantes para compararmos com o resto dos países em África?

The post Nigéria gastou cerca de US$ 6,6 bilhões em consumo de telecomunicações em 2016 appeared first on Menos Fios.

Read more

PARCEIROS
  • angola image bank rodape
  • noite angolana rodape
  • publico alvo rodape